Análise e Resumo da temporada 2012/2013 – Parte 3 – Playoffs(Heat)

A série começava com um grande favorito definido, o Heat. Depois de uma temporada incrível vencendo 66 jogos e no meio disso vencendo 27 jogos consecutivos o Heat realmente merecia essa condição. O Pacers que na temporada regular havia vencido dois de três jogos contra o time de Miami(as duas em casa) contava com uma fama de time que complicava muito os jogos contra o Heat. Seria sem dúvida um grande duelo.

A série já começou com um jogo incrível, muito equilibrado definido com um jogada de gênio de Lebron James. Mesmo com grandes atuações de George e West, o Heat ia vencendo o jogo por 3 pontos até 0.7 segundos para o fim, quando em uma jogada inesquecível, Paul George acertou uma linda bola de três para levar o jogo a prorrogação.

Na prorrogação, em ritmo mais lento, o jogo se encaminhava para a vitória do Heat por 2 pontos, até que com 2.2 segundos para o fim, numa tentativa de três, Paul George sofreu uma falta de Wade, que acabou excluído pela sexta falta, com o AAA inteiro fazendo pressão, George anotou o três arremessos e colocou o Pacers em vantagem por um ponto. Mas infelizmente, Lebron James na jogada seguinte fez numa bandeja os dois pontos suficientes para a vitória do Heat. Vale ressaltar, que numa decisão muito contestada, Frank Vogel decidiu deixar Hibbert no banco no lance decisivo do jogo. Um pena também foi o Indiana ter perdido um jogo em que Paul George teve uma das melhores atuações de sua carreira.

Apesar da derrota, os torcedores do Indiana viram que o Heat não era imbatível, e que era sim possível sonhar com uma final. O Pacers ia com muita confiança ao jogo 2…

Jogando com muito mais confiança, e com Roy Hibbert absoluto no garrafão, conseguindo seu carrer-high(29 pontos) o Pacers conseguiu o que muitos duvidavam, venceu o Heat(97 – 93) em pleno AAA e quebrou a vantagem do mando do time de Miami. Destaque também para George Hill, que após ter errado todos os seus FT’s no jogo, acertou os 4 que decidiram a partida. O heróis do jogo anterior, Lebron James, se tornou vilão dessa vez, cometendo dois turnovers(em dois lances de reflexo de West, que conseguiu interceptar as duas bolas) nos 20 segundos finais, quando o jogo estava empatado em 93 – 93.

Outro lance incrível desse jogo foi a cravada de George na cara de “Birdman” Andersen…

A série voltaria pra casa, onde o time estava invicto nos playoffs, 6 – 0. O sonho da final começava a povoar a cabeça dos torcedores do Pacers.

A série voltou para Indianapolis com um Bankers Life Fieldhouse enlouquecido com o time de sua cidade. Tanta apoio parece ter feito mal ao Pacers, que mantendo a escrita dos offs, o Pacers fez mais um jogo horrível em uma série. O time foi literalmente atropelado pelo Heat, levando 70 pontos só no primeiro tempo(um recorde para o Heat), resultado final 96 a 114. O jogo seguinte tinha de ser de recuperação, ou a série poderia se perder…

Com mais tranquilidade, no jogo 4, o Pacers conseguiu empatar a série. Na melhor atuação de Stephenson na série e em mais um grande jogo de Hibbert, o Indiana conseguiu a vitória por 99-92. A próxima parada: Miami.

Depois de equilibrar o jogo no 1º tempo o Pacers cometeu outro erro que foi constante nesses playoffs, fez um quarto extremamente fraco, nesse caso o 3º no qual foi derrotado por 30 – 13. Os destaques do Pacers foram George(27pts e 11 reb) e Hibbert(17 pts e 8 rebotes). Destaque negativo para George Hill que marcou apenas 1 ponto, errando todos o seus 4 arremessos. Era hora de voltar para casa e vencer, para levar a série ao jogo 7.

Com Paul George inspirado em casa, pela primeira vez na série, o Pacers levou a série a sétimo jogo, após a vitória por 91-77. Dessa vez o time conseguiu dominar completamente um quarto(3ª por 29-15), ao contrário do que vinha acontecendo. Nesse jogo tivemos Hill de volta, com 16 pontos e seis assistências o armador, natural de Indianópolis, contribuiu muito com a vitória. O jogo 7 seria em Miami…

O jogo sete foi um misto de decepção com orgulho. Decepção pela fraca atuação e derrota por 76 – 99. E orgulho pela grande temporada do time, e por ter equilibrado uma série contra um time considerado o absoluto favorito ao título.

Perdemos a série por detalhes e acabamos com o gosto de que grande coisas virão para esse time. Uma temporada que começou sem a principal estrela chegou ao fim com novas estrelas criadas. Com Paul George espetacular, Lance Stephenson um futuro ótimo jogador, Hibbert dominante, David West cirúrgico e George Hill um grande defensor, jogadores mais atuantes no banco e a volta de Danny Granger, o Pacers pode sonhar com altos vôos a próxima temporada.

Anúncios
Esse post foi publicado em Temporada 2012/2013 e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s